BREVE HISTÓRICO

Consta que a terra tenha sido habitada por índios Caiapós. Mas com a decadência do ouro em Minas Gerais, muitos Mineiros migraram e dessas migrações resultaram inúmeras localidades novas; assim a família do senhor Francisco Antônio Junqueira adquire em 1.850, entre outras terras, pequenas áreas em Porto Antunes - atualmente Miguelópolis.
 
Em 1.895, já havia no local um aglomerado de moradas rústicas.
 
Com o ciclo do café, os trilhos da Mogiana vão plantando dormentes e forman-do cidades: em 1.901, chegam a Miguelópolis tirando-a da "era do sertão" e colocando-a na "era moderna", operada pela revolução mecânica. Onze anos depois era instalada a primeira farmácia no local e neste mesmo ano - 1906 - foi criada a primeira escola primária.
 
No ano de 1.910, Jacinto Felizardo Barbosa e o Capitão Hilário Alves de Freitas doaram cerca de 15 alqueires de terra a São Miguel Arcanjo, para formação do patrimônio.
 
A primeira casa de alvenaria de tijolos, coberta de telhas, foi construída por David Estevão Rodrigues, datada de 1.914.
 
De 1.910 à 1.913, São Miguel Arcanjo foi representado na Câmara Municipal de Ituverava pelo cidadão Armando da Cunha Barros, que deu início ao trabalho de emancipação política.
 
No ano de 1.916, a primeira igreja foi construída; em 1.921, o Distrito Policial foi criado com o nome de Miguelópolis, pois já existia outra cidade com o nome de São Miguel Arcanjo, sendo nomeadas as primeiras autoridades.
 
Em 24 de outubro de 1.927, pela Lei nº 2.204, foi criado o Distrito de Paz.
 
O cartório foi instalado em 14 de janeiro de 1.928 (data comemorativa do aniversário da cidade).
 
Pela Lei nº 14.334, de 30 de novembro de 1944, foi criado o município de Miguelópolis, tendo sido instalado a primeiro de janeiro de 1.945, com a posse de José Antônio da Silva Junior, no cargo de primeiro prefeito, nomeado pelo então governador do Estado.
 
Em 1947, realizou-se a primeira eleição para escolha dos dirigentes do município e assim começou a vida política do município.
 
Foi fundada em 1948 a primeira paróquia. O 1º pároco foi Francisco Balsola.
 
Por ocasião da instalação de sua Comarca, que deu-se a 17 de outubro de 1.965, Miguelópolis desligou-se da Comarca de Ituverava, datando sua criação de 18 de feve-reiro de 1959, por força da lei nº 5.285.
 

 

DADOS GERAIS

Aniversário: 14 de janeiro
Fundação: 1945
Gentílico: miguelopolense
Prefeito: Naim Miguel Neto (PSDB)(2017–2020)
Unidade Federativa: São Paulo
Mesorregião: Ribeirão Preto IBGE/2008 [1]
Microrregião: São Joaquim da Barra IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes: Aramina, Ituverava, Ipuã, Guaíra, Conceição das Alagoas (MG), Água Comprida (MG) e Uberaba (MG)
Distância até a capital: 410 km

Características geográficas

Área: 826,889 km² [2]
População: 20 442 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade: 24,72 hab./km²
Altitude: 510 m
Clima: Tropical