Fique por dentro das notícias de Miguelopólis, acompanhe as políticas públicas municipais, as ações e programas da administração.

  • 27/08/2019 - Frente de Responsabilidade do Governo do Estado de São Paulo Abre Vaga Pra Miguelópolis

    O bolsista da Frente de Trabalho permanece no programa por até nove meses, com jornada de atividades de até seis horas diárias, quatro dias por semana. No quinto dia, ele faz um curso de qualificação profissional ou alfabetização.

    Os participantes recebem mensalmente bolsa-auxílio de R$ 210, crédito para a compra de alimentos no valor de R$ 86 e seguro de acidentes pessoais. Eles prestam serviços de interesse local (quatro dias da semana – seis horas por dia) e frequentam o curso de qualificação profissional, um dia por semana. Ao todo, são 150 horas de capacitação.

    O público-alvo do programa é composto por trabalhadores de todo o Estado desempregados há no mínimo um ano, maiores de 17 anos e residentes há pelo menos dois anos no território paulista.

    Inscrições no CEAP - Vide Cartaz

  • 13/07/2019 - Reportagem Sobre a Evolução de Miguelópolis

    Reportagem Sobre a Evolução Atual de Miguelópolis.

     

    https://youtu.be/jPNLQGMJAHU

  • 26/04/2019 - Publicado no Diário Oficial Eletrônico na data: 26/04/2019

    Em ANEXO o Diário Oficial Eletrônico

    Edição 165 de 26 de Abril de 2019

  • 13/04/2019 - O Produto será Utilizado na Horta Municipal

    Piloto de Compostagem

     

    O Projeto de Piloto de Compostagem passará por reestruturação para melhor atender a demanda de Miguelópolis e será ofertado capacitação para os voluntários do projeto

    O produto será utilizado no projeto Nossa Horta, que está em pleno funcionamento junto á Central de Alimentação de Miguelópolis, a Cozinha Piloto.

    Nos primeiros casos, a usina Colorado deu total apoio e também o produto para ser iniciado.

  • 13/04/2019 - Conselho Municipal do Meio Ambiente Jovem será Criado

    COMDEMA JOVEM

    O Conselho Municipal de Meio Ambiente de Miguelópolis foi criado pela Lei Municipal nº 2.947/2009 e tem como abreviatura o COMDEMA.

    O COMDEMA é um dos mecanismos usados para aumentar a consciência e promover a mudança de hábitos e de comportamentos em um município. Ele promove o exercício da democracia, educação para a cidadania, convívio entre setores da sociedade com interesses diferentes, entre outros.

    O Conselho é o local ideal de diálogos e de construção de conhecimento sobre o meio ambiente local. É também o espaço mais adequado para administrar conflitos, propor acordos e construir uma gestão ambiental que esteja em consonância com os interesses econômicos e sociais locais.

    Analisando as reuniões ocorridas em 2018 observou-se a necessidade de integração e interação com a comunidade de Miguelópolis, em específico com um público significativo e fundamental para que as ações de meio ambiente obtenham resultados consistente nos futuros.

    Neste contexto, considerando fundamental a participação das novas gerações nas iniciativas em prol do desenvolvimento sustentável e também ressaltando a possibilidade de apoio consultivo para o COMDEMA “Oficial”, a Gestão Municipal Miguelópolis, propõe a criação do COMDEMA JOVEM, onde novas idéias e novos pensamentos poderão agregar ao COMDEMA “Oficial” e assim os resultados serem ainda mais satisfatórios.

  • 13/04/2019 - Limpeza na Praia e Toda Volta do Rio Grande é uma das Ações

    MINHA PRAIA É PRAIA LIMPA

              O Projeto ‘Minha Praia é Praia Limpa’ que visa a limpeza das margens da praia artificial de Miguelópolis e do curso do Rio Grande surgiu no primeiro semestre de 2018.

              Neste contexto foi realizada a limpeza em um percurso de aproximadamente 6 mil metros quadrados, sendo percorridos mais de 10 quilômetros de barco. O total de lixo recolhido foi de aproximadamente 50 quilos.

              Para o ciclo de 2019 a Prefeitura Municipal representada pelo Setor de Meio Ambiente e o Setor de Turismo pretende em parceria com COMDEMA (Conselho Municipal de Defesa ao Meio Ambiente), CONTUR (Conselho de Turismo) entre outras instituições realizar ações terrestres e aquáticas, como limpar novamente a margem do Rio Grande que pertence ao município e ao redor de ranchos, pousadas e tudo que envolve.

              Em primeira etapa no dia 08 de abril de 2019 foi realizada reunião para instituir parceria entre o Setor de Meio Ambiente e o Setor de Turismo. Nesta foi firmado responsabilidades de cada departamento e datas das próximas reuniões que serão anunciadas em breve.

  • 13/04/2019 - Setor de Meio Ambiente Realizará Estudos mais Detalhados

    MAPEAMENTO E ANÁLISE DAS NASCENTES DE MIGUELÓPOLIS

     

    A preservação de nascentes é imprescindível para a conservação da disponibilidade e qualidade hídrica nas bacias hidrográficas. Assim, torna-se imprescindível conhecimento da situação das nascentes e do seu entorno, para que sejam estabelecidas medidas para recuperação e/ou preservação das mesmas.

    Atualmente o Município de Miguelópolis não possui mapeamento detalhado das nascentes e do seu entorno, estando desprovido de informações para indicar ações quanto à restauração das nascentes.

    Diante da circunstância apresentada, o Setor de Meio Ambiente preconiza um estudo para determinar a localização e o mapeamento sistemático do uso e ocupação do solo atual no entorno das nascentes do município de Miguelópolis.

  • 13/04/2019 - Em parceria, instituição de ensino e a gestão pública propõe a promoção do curso de Florestamento – Recomposição de Área de Preservação Permanente.

    PROJETO DE CAPACITAÇÃO PARA RECUPERAÇÃO DE NASCENTE

              O Inventário Florestal do Estado de São Paulo, realizado no ano de 2001, levou em consideração a divisão territorial constituída município. Deste trabalho, observa-se o percentual de cobertura vegetal Miguelópolis, apontou 1.703 hectares de floresta estacional semidecidual e 544 hectares de formação arbórea arbustiva em região de várzea. Totalizando 2.247 hectares que representam 2,7 % de cobertura vegetal no Município, índice muito abaixo dos que são indicados.

    Portanto, devido ao baixo índice justifica-se a necessidade da recuperação e conservação das matas ciliares, seja nas extensões dos córregos ou no entorno das nascentes.

    Pretendendo a recuperação de nascentes localizadas em nossa região, o município de Miguelópolis preconiza ações de Educação Ambiental voltadas aos proprietários rurais, empresas que atuam na área e servidores públicos.

    Em parceria, instituição de ensino e a gestão pública propõe a promoção do curso de Florestamento – Recomposição de Área de Preservação Permanente.

    A capacitação visa o ensino para o preparo da área, o plantio e o manejo de mudas de espécimes nativas no entorno das nascentes.

  • 13/04/2019 - Mudas nativas e Exóticas Deverão ser Distribuídas

    PROJETO DO VIVEIRO

              Está em fase de estudos a implantação do viveiro municipal para produção de mudas nativas e exóticas que serão distribuídas para a população tanto da área rural quanto urbana, para ações de recuperação de áreas de preservação permanente e plantios em áreas verdes.

              Tais atitudes se tornaram fundamentais para o desenvolvimento ambiental do município e a melhoria de vida por parte da natureza.

              Assim, a gestão municipal propõe a criação e distribuição de mudas e também zelará pela preservação do viveiro, assim como a manutenção que poderá e deverá contar com a ajuda do cidadão de Miguelópolis